[ editar artigo]

Política da gritaria prejudica quem grita

Política da gritaria prejudica quem grita

Política da gritaria prejudica quem grita, ao contrário da máxima: quem não chora não mama. A briga entre o clã Bolsonaro e o clã de Rodrigo Maia faz a reforma da previdência se tornar o Titanic.

Tal como o navio, certamente, uma solução de proporções épicas, a reforma da previdência nasceu em meio a problemas diversos como uma solução plena para qualquer dificuldade econômica. Porém, nas primeiras semanas de testes, com praticamente um Brasil inteiro à bordo, está batendo no iceberg.

Carlos e a senha do twitter do presidente Bolsonaro

Muito se replica sobre aquilo que já está parecendo ser verdade. Com a alcunha de gênio das redes sociais, Carlos Bolsonaro hoje goza de uma liberdade plena sobre o posicionamento de comunicação do presidente Bolsonaro.

Porém, aquilo que funcionou em plena campanha eleitoral, hoje agrega valor contrário. As pessoas entenderam que a temperatura alta e os posicionamentos radicais das eleições 2018 eram necessários para combater o ideário anti-petismo. Certamente, esse discurso não cola mais por conta da nova conjuntura política e social.

Carlos hoje detona crises políticas com a mesma facilidade que criava polêmicas para chamar atenção. E esse processo deu certo por conta das eleições. No entanto, isso corrói o capital político do pai presidente. O príncipe age, portanto, com a mesma liberdade que elegeu o rei.

Bolsonaro não tem condições de se afastar do príncipe

Quem, entretanto, seria o algoz protagonista do afastamento do príncipe? Um dos mais sensatos do clã Bolsonaro é, justamente, o mais fragilizado pelas últimas investigações da justiça: Flávio Bolsonaro.

Caso não haja uma solução a curto prazo, Carlos Bolsonaro, atual case de sucesso em eleições, poderá também provar que a implosão política também faz sentido se o lado YouTuber não for posto de lado para dar vazão ao lado político.

Nem tudo é pessimismo

O importante é que o presidente Bolsonaro precisa estabelecer certa tranquilidade. Obviamente, este governo precisa deixar de criar polêmicas para honrar a confiança dos diversos eleitores que colaram no discurso aglutinador antipetista.

A percepção que estamos em uma república é importante, como diz Luiz Felipe Pondé no vídeo abaixo.

Portanto, os ajustes são, relativamente, fáceis. Porém, precisa de certa sensibilidade para compreender os movimentos e conjunturas que diferem do passado recente que a família Bolsonaro vivia anteriormente.

Estado Cidadão
Rafael Cardoso
Rafael Cardoso Seguir

Um cidadão que deixou de ser passivo para trazer luz e ambiente à discussão social e político.

Ler conteúdo completo
Indicados para você